Categoria "Ilustração"

ILUSTRAÇÕES DEIXAM OS CURSOS VIRTUAIS INFANTIS?

Em 13.04.2015   Arquivado em EaD, Ilustração

Ilustração

Sabe aquela propaganda de escovas de dente que passa na tv com uma animação explicando como ela limpa os dentes removendo toda a sujeira, alcançando até os locais mais difíceis e que ainda serve pra escovar a língua?

Pois então, imagine se ela fosse exibida de outra forma mais realista, talvez com vídeos de pessoas escovando os dentes e mostrando por dentro de suas bocas, ou com a utilização de microscópio… Será que a marca conseguiria passar melhor a informação assim? Você como consumidor, se sentiria mais atraído?

As propagandas com esse tipo de abordagem não são destinadas às crianças, pelo contrário, a maioria se remete aos adultos.

A utilização da animação ilustrada, portanto, não serve para infantilizar e, sim, para conseguir explicar algo da realidade e ser mais bem compreendida. Veja:

Outro exemplo disso é a utilização de ilustrações estáticas. Em sites de moda, as mulheres gostam de ver ilustrações de modelos femininas explicando os tipos de corpo. Não quer dizer que as ilustrações ali infantilizam a mulher que acessa o site. Elas até consideram que as ilustrações são melhores do que fotos de pessoas reais, pois pode ser que a forma apresentada não conseguiu dar a visão da explicação ou a pessoa pode não ter a estatura da modelo e gerar dúvidas. Por isso, a ilustração também apresenta uma forma mais genérica de explicação.

corpos

Assim também acontece nos cursos virtuais, a utilização de uma animação, ícones ou metáforas servem para abordar uma realidade para que seja mais bem compreendida pelo aluno. As ilustrações, além de tornar o curso mais prazeroso, proporcionam a eles a aplicação do que está sendo explicado em seus estudos e em seu cotidiano.

Além disso, há também a utilização de personagens. Quem não gosta de ser desenhado? Não é à toa que sempre há filas enormes quando tem algum ilustrador oferecendo seu serviço de desenhar caricaturas. As pessoas gostam de se ver em algo e é por isso que os cursos virtuais abusam da utilização de personagens humanos, para que o aluno possa “se ver” no curso, se imaginar na situação ou ser guiado por alguém como ele.

Claro que deve haver cautelas na utilização das ilustrações. Devemos nos atentar sempre para qual público e sobre qual tema o curso virtual está sendo produzido. Não vamos ilustrar uma nota de 50 reais com dois olhinhos e boquinha falando e guiando um curso para economistas, por exemplo. Mas não quer dizer que devemos somente utilizar aquelas imagens típicas de banco de imagens com calculadoras, caneta, papel e gráficos. Tudo é questão de equilíbrio! Podemos utilizar a ilustração de ícones representando essas imagens e isso não vai dar tom infantil ao curso.

Na hora de produzir um curso virtual, é preciso então que haja bastante criatividade e bom senso, tanto do designer educacional que irá criar o roteiro, quanto do ilustrador.

A partir de agora, comece a observar ao seu redor o quanto as ilustrações são utilizadas e se elas remetem um tom infantil. Observe também se os cursos produzidos pela sua empresa estão muito engessados somente com imagens para não trazer o tom de infantilização ou o contrário, se há ilustrações demais que podem contribuir para essa sensação aos alunos.